segunda-feira, 11 de agosto de 2008

BOTÔES...GÊMEOS DA VIDA...

Uma nota ressoa
ouve-se um meio tom...
O eco projeta-se pelo espaço
e agora volta,
sempre marcado no tempo.

Duas vidas desabrocham,
dois botões em flor se tocam...
Uma corrente dupla de puro amor
eleva-se e funde-se
Com a chama brilhante
que vem do alto.

Pontos gêmeos se amalgamam
e brilham em maior resplendor,
uma luz branca e clara lampeja
para iluminar o caminho que
se bifurca.

Uma trilha dourada se funde...
Misteriosamente, transforma-se em nós.
Dois seres se dissolvem para se
descobrirem duplamente inteiros.
Singulares, embora unidos
em outro plano,
Mais elevado, mais revelador.

(Autor Desconhecido)

19 comentários:

Lu@ em Poesia disse...

Obrigada pelo carinho no meu blog.
Uma linda semana para vc!

Desnuda disse...

Bom ter-nos encontrado " Pelos caminhos da vida".

A poesia é linda, pena não saber-se a autoria.

Grande beijo e ótima semana! Volte sempre!

Mila disse...

uau.... bonito isso hein???
Beijos Mila

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Amiga, belíssimo poema! votos de uma boa semana... Beijinhos de carinho,
Fernandinha

instantes e momentos disse...

lindo post, belo blog.
Gosto daqui.
Tenha uma bela semana.
Maurizio

Fragmentos de Elliana Alves disse...

Parabéns gostei fo blog,bjssssssssss e tenha uma linda semana.

João Videira Santos disse...

Um poema a dois com vida para tantos...

Lampejos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lampejos disse...

Olá,

Preciosamente fundidos em um só.
Encantador!...

Prazer te conhecer!

Obrigada pela visita.

(a)braços,flores,girassóis :)

11 de Agosto de 2008 11:20

Boa Noite Cinderela disse...

Não é por acaso que o simbolo do amor é um botão de rosas.
Beijo*

Monique Lôbo disse...

Lindo post,como todos os outros!
Bjuss

Dois Rios disse...

Uma nota
duas vidas
pontos gêmeos
uma trilha
dois seres
...
e uma só história.

Belíssimo!

Bejos,

Lucí disse...

És uma eterna apaixonada ou uma apaixonada em busca de um amor eterno?

Fernando Rozano disse...

sempre juntos, é a vida vivendo. bonito e sensível texto. meu abraço.

Martinha disse...

Que lindo :)
Ao ler esse poema reflecti que realmente faz sentido chamar ao nosso amor alma gémea...
Gostei! ;D
Beijinho *

Marcelo Martins disse...

"Dois seres se dissolvem para se
descobrirem duplamente inteiros."

Lindo isso.
Daquele tipo de frase que eu diria 'por que não pensei nisso antes?' rs.

Beijos

Mello disse...

"Dois seres se dissolvem para se
descobrirem duplamente inteiros.
Singulares, embora unidos
em outro plano,
Mais elevado, mais revelador." Simplesmente, Lindo...

Beijinhos

Graça Mello

Nanda Assis. disse...

história de almas gemeas. coisa linda!
bjosss...

Mary West disse...

Ahhh cadê meu gêmeo?? :D