terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

DEIXE AFLORAR A SUA DOÇURA!



Às vezes, fico me perguntando porque é
tão difícil ser transparente...
Costumamos acreditar que ser transparente
é simplesmente ser sincero, não enganar os
outros.

Mas ser transparente é muito mais do que
isso. É ter coragem de se expor, de ser frágil,
de chorar, de falar do que a gente sente...

Ser transparente é desnudar a alma, é deixar
cair as máscaras, baixar as armas, destruir os
imensos e grossos muros que insistimos tanto
em nos empenhar para levantar...

Ser transparente é permitir que toda a nossa
doçura aflore, desabroche, transborde, mas
infelizmente, quase sempre, a maioria de nós
decide não correr esse risco.

Preferimos a dureza da razão a leveza que
explora toda a fragilidade humana.
Preferimos o nó na garganta às lágrimas que
brotam do mais profundo de nosso ser...

Preferimos nos perder numa busca insana
por respostas imediatas a simplesmente nos
entregar e admitir que não sabemos, que
temos medo!!!

Por mais doloroso que seja ter de construir
uma máscara que nos distancia cada vez
mais de quem realmente somos, preferimos
assim: manter uma imagem que nos dê a
sensação de proteção.

E assim, vamos nos afogando mais e mais
em falsas palavras, em falsas atitudes, em
falsos testemunhos...

Não porque sejamos pessoas mentirosas,
mas apenas porque nos perdemos de nós
mesmos e já não sabemos onde está nossa
brandura, nosso amor mais intenso e não
contaminado...

Com o passar dos anos um vazio frio e
escuro nos faz perceber que já não sabemos
dar e nem pedir o que de mais precioso temos
a compartilhar... doçura, compaixão... a
compreensão de que todos nós sofremos, nos
sentimos sós, imensamente tristes e choramos
baixinho antes de dormir, num silêncio que
nos remete a uma saudade desesperada de
nós mesmos...

Daquilo que pulsa e grita dentro de nós, mas
que não temos coragem de mostrar àqueles
que mais amamos.

Porque, infelizmente, aprendemos que é
melhor revidar, descontar, agredir, acusar,
criticar e julgar do que simplesmente dizer:
você está me machucando... pode parar,
por favor!

Porque aprendemos que dizer isso é ser
fraco, é ser bobo, é ser menos do que o
outro. Quando na verdade, se agíssemos
com o coração poderíamos evitar tanta
dor, tanta dor...

Sugiro que deixemos explodir toda a nossa
doçura. Que consigamos não prender o choro,
não conter a gargalhada, não esconder tanto
o nosso medo, não desejar parecer tão
invencíveis...

Que consigamos não tentar controlar tanto,
responder tanto, competir tanto...
Que consigamos docemente viver... sentir...
amar...


(Rosana Braga).


Fonte da imagem:

http://www.google.com.br

17 comentários:

Sonhadora disse...

Minha querida

Passando para te deixar um beijinho com carinho.

Sonhadora

Adolfo Payés disse...

Un placer leerte amiga..

Un abrazo
Saludos fraternos...

wcastanheira disse...

Uauu lindo texto, vc é muiiito criativa, arrasa com belos presentes aos seus visitantes, pra vc um mimo, bjos, bjos e bjossssss

Fernanda disse...

Amiga Ana!

Ser transparente é mostrar-se tal e qual, sem medo de ser julgada ou recusada.
É condição essencial para Ser gente.

Beijo

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

É isso amiga, apenas viver e deixar viver, lindo este poema ele é o que penso e quero da vida.
Beijos
Martha

Denise Rodrigues disse...

"Ser transparente é desnudar a alma, é deixar
cair as máscaras, baixar as armas, destruir os
imensos e grossos muros que insistimos tanto
em nos empenhar para levantar..."

-Amei... uma otima noite pra você! bjs

Majoli disse...

MARAVILHOSO!!!
Ana querida, que intensidade nessas palavras.
Que realmente saibamos ser doces e não nos escondermos de nós mesmos, sempre.

Um beijo enorme no teu coração.
Suas escolhas são ótimas, mas essa foi ímpar.
Parabéns pela sensibilidade na escolha.

Everson Russo disse...

Que façamos a cada dia mais doces nossos momentos...beijos de bom dia pra ti amiga...

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Ana!(tenho estado ausente)

Este texto está recheado de bons conselhos; certamente que viveríamos todos mais felizes se fôssemos sinceros e abertos. Mas depois, às vezes, surge a dúvida de que quem nos ouve não o seja, e assim fiquemos expostos, e esses outros tirem partido de nós ...
Mas é uma grande verdade, ficamos mais leves quando somos nós...

Beijinhos.
Vitor

Flor de Lótus disse...

Oi,Ana!Saudade de vir aqui, agora de volta ao mundo dos blogs com todo gás.Adoro os textos da Rosana Braga e esse não foi diferente, lindo demais.
Beijossss

Talita disse...

Linda mensagem.

Para tertar ser transparente precisamos de muito controle emocional, coragem e amor.

Bjs

Cris Tarcia disse...

Ana, que lindo!!! Permitir que toda a nossa doçura aflores, lindo

Beijos

Sonia Pallone disse...

Faz tempo que eu não venho,adorei o novo design, tudo muito delicado igual ao que você posta e igual a você...Beijos

lis disse...

Oi Ana kirida
seus poemas sempre me calam profundamente porque sempre falam de como podemos ainda deixar aflorar bons sentimentos, seja em que época for!
Transparência rima com leveza, quando estamos assim flutuamos!
que possamos sempre sentir isso amiga
Obrigada pela presença bonita deixoco abraços e carinho

@ Escritora disse...

Belo texto!

Ser transparente e verdadeiro é questão de caráter...

Bjos

Suzana disse...

que lindo ! Realmente desde pequenos somos acostumados a esconder a verdade, como as coisas realmente são! Me pergunto como as coisas seriam se tudo fosse diferente... mas se desfazer de maus costumes na maioria das vezes é muito dificil!

ஜ♥Patricia♥ஜ disse...

Ser transparente é se despojar de tudo, é não esperar nada em troca.
Belíssimo poema.