terça-feira, 19 de outubro de 2010

JARDIM DE INFÂNCIA.

A maior parte do que eu realmente
precisava saber sobre viver e o que
fazer e como ser, eu aprendi no
Jardim da Infância.

Na verdade, a sabedoria não está lá
no alto do morro da Faculdade, mas
sim bem ali, na caixa de areia da
escolinha.

As coisas que aprendi foram estas:
reparta as coisas, jogue limpo, não
bata nos outros, ponha as coisas
de volta onde as encontrou, limpe
a bagunça que você fez...

Não pegue coisas que não são suas,
diga que você sente muito quando
machucou alguém, lave as mãos
antes de comer, puxe a descarga,
biscoitos e leite quentinho fazem
bem.

Viva uma vida equilibrada:
aprenda um pouco, pense um
pouco, desenhe e pinte e cante
e dance e brinque e trabalhe
um pouco... todos os dias.

Tire um cochilo todas as tardes.

Quando você sair por ai preste
atenção no trânsito e caminhe,
de mãos dadas, junto com os
outros.

Observe os milagres acontecem
ao seu redor.

Lembre-se do feijãozinho no
algodão molhado, no copinho
plástico.

As raízes crescem para baixo e
ninguém sabe como e por que,
mas todos somos assim.

Peixinhos dourados e porquinhos
da India e ratinhos brancos e
mesmo o feijãozinho do copinho
plástico - todos morrem.

Nós também.

E lembre do livro do Joãozinho
e Maria e dos outros Contos de
Fadas e a primeira palavra que
você aprendeu, sem perceber.

A maior palavra de todas:
OLHE!!!

Tudo o que você precisa mesmo
saber está ai, em algum lugar.

As regras básicas do convívio
humano, o amor, os princípios
de higiene; ecologia, a igualdade
entre as pessoas, a política, a
saúde.

Pense como o mundo seria
melhor se todos - todo mundo
na hora do lanche tomasse um
copo de leite com biscoitos e
depois pegasse o seu cobertorzinho
e tirasse uma soneca.

Ou se tivéssemos uma regra
básica, na nossa nação e em
todas as nações de pôr as
coisas de volta nos lugares
onde as encontramos e de
limpar a nossa própria bagunça.

E será sempre verdade, não
importa quantos anos você
tenha, se você sair por aí,
pelo mundo agora, o melhor
mesmo é poder dar a mão aos
outros, e caminhar sempre junto.


(Robert Fulghun).

Fonte da imagem:

http://www.google.com.br

42 comentários:

Erica Maria disse...

Minha Flor, estava com saudades de vir aqui. Ando na correria por conta do casamento...lindo texto!

Bjos no coração!

Suziley disse...

Caminharmos sempre juntos, o que de fato importa. Lindo texto, Ana. Beijos, boa noite :)

Rosane Marega disse...

LIndoooooo Ana, como sempre minha linda.
Beijosssssss

MEUS PENSAMENTOS disse...

sempre com lindos textos bjs mana!

piedadevieira disse...

Ana, quanta poesia!
Beijinhos

TITA disse...

Amiga,que bom seria se todos fôssemos à caixinha dos nossos momentos de infância procurar a pureza para vicer cada dia de hoje...Um abraço.Bela escolha.

*Mi§§ §impatia* disse...

Ali é todo o alicerce da nossa vida......aprendemos muito e nem nos damos conta, só depois.
Linda noite pra ti amiga, beijos.

Lua Nova disse...

"O que deres a uma criança hoje, ela devolverá ao mundo amanhã."
De fato, é de lá, do Jardim de Infância que trazemos a base do que somos.
Que pena que há crianças que nem sabem que existe algo como um Jardim de Infância.
Um texto maravilhoso. Me deu saudades de tanta coisa...
Beijokas, querida Ana.

ONG ALERTA disse...

O mundo seria melhor se todos tivessem oportunidade...beijo Lisette.

Socorro disse...

Eu aprendi assim também, olhando, prestando atenção nas coisas e não pegando nada dos outros.

Beijos amiga, vale a pena te visitar pelos caminhos da vida.

Socorro disse...

Eu aprendi assim também, olhando, prestando atenção nas coisas e não pegando nada dos outros.

Beijos amiga, vale a pena te visitar pelos caminhos da vida.

Sônia Silvino disse...

Disse tudo com este texto, amiga!!!
Boa escolha, hein?!
Beijocas, lindona, muitas!

Marilu disse...

Querida amiga, realmente o que aprendemos quando crianças levamos pela vida inteira. Lindo texto. Beijocas

Sonhadora disse...

Minha querida amiga
Passando para te deixar um beijinho de boa noite.

Sonhadora

Jhacy disse...

Maravilhoso este texto.
Uma excelente descrição de como poderíamos viver mais e melhor.
Bjs.

asianteenager disse...

Hello my friend, Your site is great, good job you do.

I also created many blogs but not good like yours,So please


could you exchange link with me?

Here are my blogs. you could choose to exchange ,

http://khmernewstoday.blogspot.com/

http://www.khmergay.net/

ANTOLOGIA POÉTICA disse...

"Dai-me Senhor:
a perseverança das ondas do mar,
que fazem de cada recuo um ponto
de partida para um novo avanço."

(Cecília Meireles)


Belo amanhecer e beijos meus! M@ria

José Gonçalves disse...

Olá Ana,

O Ser Humano nasce nada sabendo!

Cresce e aprende tudo o que relatas em texto e muito mais.

Tudo acontece num curto período, na infância!

Aprendemos a Verdade da Vida!

Depois....

Passamos anos e anos aprendendo a Mentir, a jogar no escuro, a fazer o mal, a procurar ser apenas melhor que o vizinho, ter mais que o vizinho!

Era tão bom se pudéssemos permanecer na fase da Infância, da Pureza dos Sentimentos, na Verdade das coisas!

Mas enfim! Temos que aprender tudo o resto para não sermos absorvidos pela maldade que reina por aí!

Resta-nos conseguir saber distinguir entre o Bem e o Mal e fazer as escolhas certas.

Um abraço e até sempre,

José Gonçalves
(Guimarães)

fénix renascida disse...

Olá, bom dia:)

Visita os meus blogs:

-FRUTO DO MEU VENTRE, AMOR DA MINHA VIDA;
-CARPE DIEM;
-DEUS QUER, O HOMEM SONHA, A OBRA NASCE

ELIANA-Coisas Boas da Vida disse...

QUANDO CRIANÇA APRENDEMOS TUDO QUE É BOM PARA NÓS E PARA OS OUTROS,PENA QUE PELA VIDA AFORA VAMOS ESQUECENDO!!
BEIJO

Isa mar disse...

Bom dia Ana, excelente texto!
Temos mesmo que resgatar a nossa criança, pois ela aprendeu desde o começo como deveria agir... basta nos lembrarmos
Beijos e um lindo dia pra você!

Viviana disse...

Querida Ana linda

Mas que coisa bonita!

De uma grande simplicidade e um enorme valor!

Gosei muito de ler.

Desejo-lhe um lindo dia

Um abraço

viviana

Regina disse...

lindo, lindo....
Você como sempre postando coisas tão lindas e verdadeiras!
beijo enorme!!

Isa disse...

Que texto enternecedor!
E verdadeiro!
São esses instantes que nos acompanham pela vida fora!
Ensinamentos preciosos para a Vida.
Beijo.
isa.

Everson Russo disse...

O que seria bom mesmo era perpetuar esse jardim da infancia...beijos de bom dia pra ti querida.

PRECIOSA disse...

AMEI!
AMEI!
AMEI!

alias, suas escritas são sempre belas
Sinto-me presenteada ao ler poemas tão singelos

Agradeço seu carinho "AMIGA"
Preciosa Maria

sonho disse...

É ali que comecam a ser criados os nossas alicerces:)
Beijo d'anjo

Mônica disse...

Voce está corretissima! Fui professora de pré escolar e estes conceitoa a gente mostrava brincando. Depois na 4a série a gente tornava a coloca-los como listas da boa convivencia. E depois?
Desapareceu os valores.
Que pena!
com carinho MOnica

Chris... ჱܓ disse...

Passando pra desejar um feliz dia do Poeta!!

Beijos e felicidades mil...

Chris...

Fátima disse...

Ana querida,

assim como o grão de feijão no algodãozinho,nós também lançamos nossas raízes lá na infancia,de lá por diante,regar e cuidar para não secar e germinar para o bem e o amor.
Lindo e verdadeiro texto.

Beijo no coração.

Sonia Pallone disse...

Que delícia de texto Ana, toda vez que venho aqui encontro algumas pérolas de reflexão pra alma. Bjs querida.

Fernanda disse...

Ana, querida!

A gente aprende mesmo é empiricamente.
Aqui diz-se " De pequenino se torce o pepino"

Desde que se nasce e sempre.

Bjs

Sinais no Mundo... disse...

No coração da Igreja, minha mãe, eu serei o amor!

Santa Teresinha do Menino Jesus...

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

É incrivel como este blog transmite mensagens uma mais linda que a outra. Fico até com medo de ser repetitiva, mas não tem jeito.
São sempre mensagens lindíssimas e reflexivas.
Adoro, adoro, adoro ler tudo.
Beijo enorme!
Lú.

HD disse...

Olá Aninha!!!
boa tarde,

Irá votar??? Que legal.
Muitooo obrigada!!!!!

Ah! Vc já tem quase 1000 seguidores, mas é show mesmo essa Aninha.

beijos
Suely

Liliana disse...

Gostei muito do teu blog :D
Obrigada pelo comentário no meu *.*
Bjinho

Maria José disse...

Ana. Que texto gostoso de se ler. É exatamente assim que aconteceu comigo. Essas lições do Jardim de Infância ficam para sempre na nossa consciência do que é certo e do que é errado. Beijos, querida amiga.

^^Lena Lopez^^ disse...

Oi, vim te retribuir a visita.
Gostei muito do teu blog. Parabéns!
Se quiser passa no meu outro blog:
http://sublimespensamentos.blogspot.com
BJOS
Lena

Martinha disse...

Muita coisa importante aprendemos no jardim de infância. :)

Irene Moreira disse...

Ana minha amiga aqui estou depois de algum tempo.
Obrigado por estar sempre presente e como fico feliz. Sinto falta quando não apareces e venho correndo para saber se está tudo bem.

Este poema me fez lembrar tantas coisas e o melhor e tão bom é caminharmos sempre juntos.

Beijos

www.gloriosojesusblogger disse...

Encanta-me passar por aqui! Lindo poema e imagem confortante.Beijos

IT disse...

Eis aí amiga!
uma escolinha da vida.

E as visitas? depois é você quem vai pagar com visitas também.Vai mesmo!
rssss

beijITinhos