quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

ONDE FOI PARAR A TERNURA?

Você, que já constituiu um lar com a pessoa que embalou suas horas nos
primeiros momentos de namoro, às vezes pergunta: onde foi parar aquela
ternura de outrora?

Aquele afeto que nos unia como se fossemos um só, onde andará?

Quando ouve aquela música que costumavam ouvir juntos e seu coração
vibra com a mesma emoção dos tempos idos, pensa em silêncio: o que
aconteceu com aquele doce encantamento do início?

Olha para o companheiro ou companheira e tem a impressão de que já
não vê mais a mesma pessoa.

Uma onda de saudade lhe invade a alma e a melancolia chega com sabor
de amargura.

Parece que as cinzas das dificuldades abafaram a chama do amor...

Todos esses capítulos fazem parte da história de grande parte dos
casais.

O que acontece é que nos envolvemos com os compromissos de tal forma,
que esquecemos de manter acesa a chama afetiva dos primeiros tempos.

Na realidade ela não se apagou e, por vezes, está ainda mais forte. Nós é que
não damos conta disso.

É natural que a paixão arrebatadora que propiciou a união, ceda lugar a
uma amizade que somente o tempo de convivio pode sedimentar nos
corações. E essa amizade vai se consolidando dia após dia, nos mínimos
cuidados que quebram a rotina.

Uma balconista da seção de cosméticos de uma loja, conta que um dia
notou um rapaz a observar umas caixas de sabonete expostas no balcão.

Ofereceu-se para ajudá-lo e ele aceitou dizendo que desejava comprar
uns sabonetes finos para presentear a esposa.

Por fim escolheu uma caixa bem vistosa e pediu para que ela fizesse um
embrulho bem bonito.

Uma semana depois, a balconista notou que o mesmo rapaz estava numa
seção vizinha olhando artigos para senhoras. Dirigiu-se a ele e lhe
perguntou se a sua esposa havia gostado dos sabonetes que ele levou
no outro dia.

- Bem, ela ainda não os achou, foi a resposta.

- Veja, senhorita, eu tenho um plano. Escondo algo para que minha
mulher encontre sem esperar.

- Ela encontrará os sabonetes na próxima semana, quando for limpar a
despensa. É uma surpresa para quebrar a monotonia do serviço caseiro,
concluiu o jovem esposo.

São esses cuidados e atenções que alimentam a chama da amizade e do
afeto verdadeiros.

Não são necessários grandes feitos para cultivar a ternura, mas é preciso
que sejam constantes e que o respeito seja parte integrante do relacionamento.

Um mimo inesperado, uma palavra de incentivo, uma flor singela, um abraço,
um gesto de carinho, são ingredientes seguros para a manutenção de qualquer
casamento. E o que é melhor: não tem contra-indicação.


(autor desconhecido).


Obs: Caso alguém saiba do autor desse texto, avise-me para que eu possa
dar o devido crédito.

43 comentários:

Inajara disse...

Passando pra deixar meu bjo repleto d carinho.
Muito obrigada, tem palavras faceis d ser ditas, dificeis d serem lidas ou ouvidas q faz muita diferença, e bem qando aparecem.

Sandra disse...

Que bela mensagem amiga.
Lindo.
Onde foi parar a Ternura?Pois é, não mundo tão cheio de violência, descredibilidade, corrupção, onde ficou a ternura?
Onde será que ela foi parar?
Por que os homens endureceram o seus corações??

Ainda bem que a ternura existe bem pertinho de nós, e nos mantemos amigos(a).
A ternura mora por aqui. acola, em nossos corações.
Um grande abraço..

Meu olho esta mais desinchado. Vou tentar fazer com muito carinho o seu selo de 500 seguidores..
Desde já mues Parabéns...
Você merece comemorar em grande estilo, amiga.
Um grande abraço cheio de ternura.
Sandra

Carmem L Vilanova disse...

Aninha linda!
Tenho a felicidade de ainda viver estes momentos de ternura, mesmo depois de tanto tempo de casada... Sou mesmo uma afortunada! :o)
Estive por 4 dias sem conseguir comentar em nenhum blog, pois o blogger não permitia, sequer, a minha entrada em minha conta, mas agora, com todos os problemas técnicos resolvidos, cá estou para deixar meus eternos beijos, flores e muitos sorrisos!

Eu Sei Que Vou Te Amar
Viver Integral

Pena disse...

Oh, Maravilhosa e Linda Amiga:
O seu texto em prosa/poética é muito sério e significativo.
Morará sempre a ternura num entendimento a dois, mesmo que dure eternamente de enamoramento e delícia.
Parabéns. Surpreende sempre pela sua sensibilidade profunda e imensa.
A ternura existe no meu coração, assim como no seu, acredite, majestosa e deslumbrante Ser Humano fantástico?
O seu Post maravilha e fascina.
Beijinhos amigos, gratos pela sua pureza e encanto.
Sempre a estimá-la e a respeitá-la de forma ENORME.

pena

MUITO OBRIGADO pela sua visita que gostei muito.
Bem-Haja pelo GIGANTESCO coração doce que é seu.

Chica disse...

Saber manter depois de algum tempo o mesmo amor,. carinho e ternura é preciso rebolar...Lindo texto, necessário!beijos,chica

sonho disse...

Lindo este texto que partilhaste...por vezes para não se perder essa ternura é preciso cuidar bem do amor...
Beijo d'anjo

Canduxa disse...

´
Muitas vezes é isso mesmo que acontece e bata uma gesto só, uma lembrança pequena ou uma palavra sábia para que se tenha de volta essa ternura de antigamente.
Não são prendas caras que mais significados têm, pois os gestos mais lindos são aqueles que nascem no coração e são recebidos com amor.

Um lindo texto com uma linda mensagem.


beijinhos carinhosos para si, querida amiga

Maria disse...

Realmente o dia-a-dia corrido faz com que nos esqueçamos de detalhes tão pequenos e singelos. A chama do amor não se apaga se soubermos mantê-la acessa.
Amei o post.
bj e obrigada pelos elogios. Você é uma pessoa transparente.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Como presente pelas visitas alcançadas e mais ainda pela ternura alimentada diariamente por ti, fiz este texto em homenagem ao teu maravilhoso blog.
Somos sonhadores e sonhadores olham o mundo com os olhos do coração.
Espero que gostes.


PELOS CAMINHOS DA VIDA
Texto de Aluísio Cavalcante Jr.

Quando os teus olhos encontram os meus sonhos,
As cores da esperança ganham vida,
Revestidas pelo afeto da amizade.
Amizade que faz a vida encontrar o seu sentido,
E encontrar na verdade
De uma palavra que inspira,
O alimento para infinitos sorrisos e alegrias.

Pelos caminhos da vida
É onde ocorre o encontro de amigos,
E onde se faz celebração
A um tipo especial de amor,
Que cresce no cuidado do abraço,
No encanto do sorriso,
E na intensidade de um olhar.

Amor que nasce e se alimenta
De um sentimento eterno
Que justifica a nossa humanidade,
E que muito sabiamente
Chamamos de amizade.

SuNshyne disse...

Oie!Então, eu nunca senti isso desde texto!
Nunca tive alguem (um companheiro) que eu pudesse compartilhar tais momentos ...

RETIRO do ÉDEN disse...

Onde andará?
Penso que está dentro de cada um.
Ou não?!
Boa pergunta.
Bons conselhos.
Será que se encontra na despensa?ou no armário dos apetrechos da barba?
Não a percam por favor...nem se esqueçam.
Bjs.sinceros
Mer

Uber Expresso disse...

casamento é uma arte, temos que jogar a sementinha todos os dias, para podermos colher na frente algo bom... o tempo, o sistema, a vida...vai nos tirando a pureza...tiremos pequenas férias durante o dia, aí... sinta o ar... que com o tempo mais alegria nos dará... cuide de vc e do outro sempre!!! Beijos Roberta.

Sonhadora disse...

Minha querida Ana
belo texto, lindas palavras.

Beijinhos
Sonhadora

Manuela Freitas disse...

Gostei muito do teu texto e da história que foi incluída.
Realmente aquela sensação de leveza, de felicidade, de grande ternura dos primeiros anos de vida em comum, vai-se desgastando com os problemas que vão surgindo: trabalho, filhos, outros problemas com famílias diferentes, o mundo que nos envolve...eu sei lá, somos tão esmagados por tudo! Depois os dois nem sempre estão de acordo, surgem os conflitos, mas o que eu noto na minha relação é que podemos discutir com facilidade, mas não podemos passar um sem o outro e pelo meio destes conflitos há surpresas: umas flores, um jantar especial, um perfume...Enfim, a vida é difícil e difícil de gerir!...
Bjs
Manuela

Nova Civilização disse...

Aninha,

que texto lindo e importante. Pois muitas vezes ficamos nos questionando e reclamando e esquecemos do essencial. Buscar as soluções! Acredito que a paixão queima com o tempo e só o amor permanece... quando realmente estamos dispostos a cultivá-lo . Pois é disso que Ele precisa . Cultivo !!!!
Plantar, semear, cuidar e colher

beijinhos

Gisele

Maria Emília disse...

Certissimo Ana, excelentes conselhos. Posso confirmar, ao fim de 40 anos de casamento, que resultam mesmo.
Maria Emília

Carlos Rufato disse...

Olá, agradeço pela visita, vim retribuir, é incrível como os anos passam e os compromissos do dia-a-dia nos tomam o tempo que antes tínhamos para agradar, eu tento sempre, agradar a minha esposa de alguma maneira, e o mínimo né?
Abraços!

HSLO disse...

Que mensagem belíssima viu. Gostei.


abraços


Hugo

Nanda Assis disse...

que lindo amiga, e q imagem perfeitaaa! q bom q sentiu minha faltaaa. eu tava sem net.

bjosss...

Lis. disse...

Olá... Bom dia...

Quero primeiramente agradecer-te pelo carinho que acrescentaste-me logo cedo nesta manhã de quinta-feira presenteando-me com o poema que deixaste resgistrado no comentário do metamorfose.

Acordar lendo um poema tão bonito é o mesmo que acordar ouvindo o canto de um rouxinol ao pé da janela do quarto, ao entrar os primeiros raios de uma manhã de primavera.

São os atos singelos que nos mostram quão bom são as vicissitudes dos momentos inesperados das boas surpresas que modificam transformando-nos a vida para um patamar de mais beleza, carinho, e ternura.

E quão terna és amiga.

Obrigado.

Lis.

Ricardo Calmon disse...

OLÁ ANA CARÍSSIMA:HOJE,QUANDO DIA SE FEZ,JÁ ESTAVA NA ATLANTICA FLORESTA,ENTRE O INTENSO VERDE E AS CORES DO MUNDO,ENTRE FLORES E PÁSSAROS FORMAS,SEMPRE AO LADO DA CACHOEIRA DOS PRIMATAS,COM LAPTOP MEU EM PUNHO,ACONCHEGANTE LOCAL ESSE DE MINHAS INSPIRAÇÕES TRISTEZAS,ALEGRIAS E AMORES QUE JÁ SE FORAM,COMO O CORRER DESSA QUEDA D'AGUA.EM COMENTÁRIOS MEUS PERCEBI VC,ME CHORAR FIZESTES COM AQUELE TEXTO,LINDO,VIRTUALIDADE ESSA,QUE NOS LIGA,DA PALAVRA ATRAVÉS MEXE COM EMOÇÕES E CARDÍACOS NOSSOS!E ISSO ME TORNA PESSOA CADA VEZ MELHOR,COM A EMOÇÃO,NAS DOS DEDOS PONTAS!
TE ABRAÇO,REVERENCIO E DIA BOM DESEJO,SUAS MÃOS BEIJANDO!
vida
paz e bem!

Bergilde Croce disse...

Ana,agradecendo por suas palavras pelo meu aniversário.Seus comentários enriquecem ainda mais nossos registros.
Estou pra completar 5 anos de felizmente casada,mas espero nunca chegar nessa descrição de vida a dois.Por isso tomo nota também dessas dicas.Abraços,Bergilde

MEUS PENSAMENTOS disse...

amiga este texto é fabuloso!
parabéns !
eu to bem maninha!graças ao bom DEUS!
a cabeça mais calma e leve mais vc sab falta algo sempre faltara,te amo maninha!

Everson Russo disse...

Lindissima mensagem,,,seus textos trazem sempre paz...serenidade,,,reflexão,,,um beijo e um belo dia pra ti.

Graça Pereira disse...

Lindo este texto! Como eu conheço cada linha... vivi tudo isto, o amor, a ternura e o carinho... talvez por isso, o Senhor da vida, tenha entendido que eu já tinha um bom quinhão e o levou consigo...
Mas eu vibro com as doces saudades, com a "nossa música", com os nossos
tempos idos, com recordações tão felizes que só me apetece dizer:Obrigado Amor!
Um beijo para ti, cheio de ternura.
Graça

Sandra disse...

MUITO OBRIGADA PELO SEU PENSAMENTO E DEDICAÇÃO DE AMIGOS LÁ OFERECIDO NA CURIOSA. POSTEI HOJE MUITO OBRIGADA AMIGA.
TE ADORO.
SANDRA

Pena disse...

Deslumbrante Amiga:
MUITO OBRIGADO pela sua ternura e encanto.
Bem-Haja, pelo ser humano de fascínio e de maravilhar que é.
Como já comentei deixo-lhe a minha amizade sincera.
É preciosa, repleta de magia nos textos que "confecciona".
Com delícia pelo que é.
Sempre a respeitá-la e a estimá-la de forma ENORME!

pena

Bem-Haja, ímpar amiga de deslumbre.
MARAVILHA por onde passa.

Angela Guedes disse...

Oi Ana!!!
Belíssima mensagem ficou lindo o novo visual do seu blog.
Beijinhos
Ângela

Tatiana disse...

A ternura anda a solta na blogsfera...
Vc é prova viva do que eu digo!

Um beijo carinhoso

Maria José disse...

Lindo, maravilhoso, verdadeiro. É preciso regar o amor todos os dias, como se fosse uma plantinha. É preciso inovar de forma simples, despojada, partindo do coração.
Beijos, amiga, fique com Deus.

Brenda Gomes disse...

Como diria o sábio autor Luiz Fernando Veríssimo ''Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode''. O amor... Creio que seja o mais nobre dos sentimentos e que deve ser cultivado e motivado à cada dia mais.
Lindo texto!
Parabéns pelo blog. Bjs

Keli Wolinger disse...

Ótima refelxão. A Rotina pode nos afastar de quem amamos.Porém é nos pequenos gestos que se encontram grandes realizações.

Obrigada pela visita Ana! :D
Lá no Blog o 5º e penúltimo capítulo do conto.

Bjos no coração,

Keli

Bia Monteiro disse...

Verdade amigaa...
Belo e intenso!
AdoroOoo
=**

Xanele disse...

Nossa me considero sortuda, estamos juntos a 19 anos sendo que casados a 11 anos, e essa Ternura é constante.
Bjsss Amore

Sandra disse...

Oi Aninha!
Menina,eu só tenho é que agradecer à você,essa cumplicidade e compreensão toda...Saiba que a estimo muito,pois vc é uma excelente amiga!
Grata por sempre estar por perto!
Seus textos,como sempre são tocantes e nos fazem refletir...Gostei!
***************************
Aninha,desejo um lindo e radiante dia à você...Cuide-se aí!
Que Deus te ilumine na estrada!Té+!
Beijão!

Dom Morais disse...

Seu blog é uma maravilha.
Estou degustando os escritos os poucos.

Gostei mesmo.

sds
Dom Morais

Martinha disse...

Uma bela mensagem, às vezes parece que a ternura nos foge por entre os dedos. :X
Beijinho *

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

O amor tem que ser dengado sempre...

Beijo imenso, menina linda.

Rebeca


-

Anne Lieri disse...

Aninha,são nesses pequenos gestos que demonstramos nosso imenso amor!Muito lindo seu texto e seu blog está cada dia mais bonito!Bjs,

Blog do Mensageiro disse...

É como aquela máxima que diz que difícil não é conquistar uma mulher por dia, mas a mesma todos os dias... Bjo!

▒▓█► JOTA ◄█▓▒ disse...

ººº
A menina é linda com as palavras encorajantes que deixou no meu blogue de fotografia.

Desejo a vc em dobro o que me desejar a mim, portanto vc só pode ser uma mulher de sorte e ... merece.

tossan disse...

Mas só se a vida fluir sem se opor
Mas só se o tempo seguir sem se impor
Mas só se for seja lá como for
O importante é que a nossa emoção sobreviva
E a felicidade amordace essa dor secular
Pois tudo no fundo é tão singular
É resistir ao inexorável
O coração fica insuperável
E pode em vida imortalizar

Paulo Cesar Pinheiro

Beijo Ana

Fernanda disse...

Amiga Ana,

Essa é uma pergunta que temos que nos colocar muitas vezes. As necessárias, mas encontrá-la sempre!

Sem ternura não há nada...
Basta um pequeno gesto, um carinho, um miminho e seremos felizes.

Beijinhos