segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

MEMÓRIAS.

Há coisas que nunca se poderão explicar por palavras.

(José Saramago).

A semelhança entre os primeiros raios a anunciar o
despertar da manhã...
...e os derradeiros raios a proclamar o definhar de
mais um dia.
Quantos dias ainda nos esperam?
Quem os saberá?
A única certeza é a brevidade da vida terrena...

A fragilidade de ontem, e a fragilidade de amanhã...
Os dias se sucedem e não se repetem.
Cada dia, cada hora é única e preciosa.
O grande silêncio da alma das crianças, e o grande
silêncio da alma dos anciãos.
O silêncio que tanto ensina àquele que se dispõe a ouvir.

A mãe e o filho.
As irmãs.
A atenção da irmã mais velha.
A alegria da irmã mais nova.
Memórias poéticas que o tempo não apagará.
Vivemos meses, dias e anos...
E disso tudo, guardaremos com mais carinho os
instantes que compõem a nossa memória poética.

Aquilo que a nossa alma registrou, que nos encantou,
que nos comoveu... o que dá beleza a nossa vida.
A cena imóvel, inpertubável, fora do tempo.
Memórias que não morrem jamais.
Instantes que passam a fazer parte de nossa alma.

As irmãs que brincam, a leve brisa, o sol da manhã...
Para uma mãe, o filho, mesmo quando adulto, é, e sempre
será a criança pequena que um dia foi.
As breves décadas de vida que separam as idades dos pais
e dos filhos.
O que são trinta anos diante da eternidade?...

Para quem passou dos setenta, aquele que carrega
quarenta ainda é uma criança.
O inconsciente familiar,
- histórias e memórias compartilhadas...
Os passos de alguém à procura de alguém...
Os passos daquele que carrega o peso de muitos anos.

Educar as futuras gerações nas leis do Amor e da Bondade,
da Ternura e da Compaixão.
O suave sono dos inocentes.
A mãe que vela o sono da filha tão amada...

A infância que deve ser respeitada, amada e protegida
acima de todas as coisas.
Mesmo a ferida mais simples tem importância...
E em meio à agitação da vida moderna, reservar um
tempo para a reflexão.
Peregrinar por terras candentes e áridas, afim de descobrir
o mar que jamais vimos e que por isso ainda não podemos
compreender.

Acender a brasa interior da contemplação e da oração
diuturnamente para que nunca se apague.
A conscientização do valor do amor, da compaixão e da
importância da promoção da dignidade humana.

As horas fugazes da vida terrena, e a vivência do
mistério divino.
Ao fim da nossa caminhada terrena, levaremos conosco
apenas o essencial.
As memórias poéticas que embelezam e dão sentido à vida.
A caridade, a bondade, a pureza de coração...
A brisa, o mar, a imensidão...

39 comentários:

Sandra disse...

Nossaas mémorias, são o que temos de mais precisos ana. Estam arquivadas em nossa mente e coração... sempre que precisamos delas, estão ali, prontas para nos auxiliar e remomoriar...
Ainda bem que elas existem..
Muito obrigado pela companhia.
É sempre muito bom ter vc. por lá.
Sua presença é sempre um aconchego para esta alma de poeta...
Eu te adoro.
Muito obrigada pela amizade que temos uma pela outra.
Você é e sempre será muito especial para mim...
Com muito carinho, deixo um forte abraço.
Sandra

O Profeta disse...

O troar do trovão, esta incessante chuva
As estrelas choram todas as mágoas na terra
Onde param os Anjos, porque não nos acodem os Santos
O mal e o bem porfiam esta eterna guerra

As casas do sul ruiram todas
Tal como a esperança desesperada
Toquei no rosto de uma criança triste
Senti uma paz surgir do nada


Mágico beijo

Dois Rios disse...

"memórias poéticas que o tempo não apagará."

beijos, minha querida!
inês

Luciana disse...

Oi Ana

Obrigada por fazer parte dos meus amigos e entender um pouco a minha situação e é claro que eu entendo o que tu falou de ti em relação essas pessoas que eu odeio foi incentivada pela minha mãe que defendia, brigava por duas estranhas ficando contra mim que esse odio foi se alimentando cada dia mais elas não fazem mais parte da minha vida graças a Deus mas deixaram marcas profundas.


Bjs e fica com Deus


Lu

Bela disse...

Passei rapidinho para deixar um beijo.

A amizade também não se explica por palavras...

Beijos

Marie disse...

que lindo teu blog :D, to te seguindo flor

beeijos

Keli disse...

Claro que voltarei sempre aqui!
Obrigada pelas palavras que você dedicou lá no Blog :D.

Já dizia Clarice Lispector " o que me mata é que nada é para sempre tudo é por enquanto".... e José traduz nossas dúvidas nesse lindo poema que você escolheu para o post.

Bjos, Keli

Sonhadora disse...

Minha querida Ana
Belo texto como sempre.

beijinhos para ti

sonhadora

Juliana Lira disse...

Aninha

Desculpa a ausência amiga, tenho corrido tanto...Vou me redimir.

Mas esse Saramango hein?Que belo texto! Realmente eu concordo tem coisas que são inexplicaveis.

Em essência a vida é tão curta e infinitamente linda!São tantos os detalhes cotidianos que fazem com que o despertar valha a pena!

Tanta pureza e beleza, tantas as maravilhas...

Que só mesmo podem ser guardadas no ocular do coração.

Memórias deveras poéticas!

Milhões de beijos

Eliane disse...

Seu blog está lindo e singelo,Ana!
O tempo não apagará as memórias poéticas!
Beijinhos!

Quase Trinta disse...

Até pq muitas vezes palavras diante de certas imagens e gestos, as palavras se tornam desnecessárias.

Nova Civilização disse...

Ana,

as nossas lembranças(principalmente aquelas que alegram o nosso coração)sempre nos ajudam a crescer e a querer buscar o nosso melhor que algum dia deixamos para trás...

beijinhos

Gisele

HSLO disse...

Salve! Salve! Saramango é brilhante.

Chris disse...

As memórias guardam o azul profundo das águas.
Obrigado pela visita ao meu cantinho.
Um beijo
Chris

Júlio Castellain disse...

...
Há muitas coisas inefáveis...
Bjs
...

Lidia Ferreira disse...

Minha amada , pelo texto voce como sempre tem bom gosto
bjs

Sonia Schmorantz disse...

Belíssima esta mensagem!
beijo

{♥Åññä Lµí§ä♥}_L€ØNARÐØ disse...

Bom diaaaaaaaaaaaaa!
Te indiquei para um Prêmio...
'Superior Scribbller Award'
Espero que goste,porque eu amei ah tem regrinhas rsrsr afff mas é um Prêmio rsrsr...

Dia lindo para você beijos fica com Deus!

Norma Villares disse...

Nossa!
São lindas memórias que alma brilha e reluz de tanta emoção.
Andando pelos caminhos da vida prcebemos quantas lindas memória temos que agradecer.
Muito grata pela sua preseça poética.
Seu espaço tem estesia e perfume.
Sublimes abraços

Bergilde Croce disse...

Sábias palavras que só um grande poeta consegue sincronizar e tocar nossos corações!Abraço Ana!

Luciana Klopper disse...

Muito lindo, amo vir aqui...demora muito a carregar sua pagina e a daSandra no meu pc...snif!

Everson Russo disse...

Memorias são as nossas riquezas, nossas obras construidas, nosso coração que se fez caminho de paz...um beijo e uma linda terça pra ti.

Maria Bonfá disse...

lindo seu post.. tantas coisas são inexplicaveis.. e parabens pelo seu blog..está lindo de viver !gostaria tanto de mudar o meu.. mas por mais que eu leia as explicações fico com medo de perder tudo..um lindo dia para ti..beijão

Canduxa disse...

Ana,
...
"o fim da nossa caminhada terrena, levaremos conosco
apenas o essencial.
As memórias poéticas que embelezam e dão sentido à vida.
A caridade, a bondade, a pureza de coração...
A brisa, o mar, a imensidão..."

Aqui está dito o essêncial, aquilo que nos devia hoje ocupar a mente e o espirito.
Para quê as lutas, as guerras, a ganância e a inveja...nada disso faz sentido.

beijinhos

Tatiana disse...

Realmente há coisas que por mais que quisessemos explicar faltariam palavras diante de tanta grandeza!

Ana... dias lindo repletos de dádivas para você!

Beijos com meu carinho

FOTOS-SUSY disse...

OLA ANA, MARAVILHOSO TEXTO...MAIS UMA LINDA MENSAGEM...VOTOS DE UMA OPTIMA SEMANA AMIGA!!!
BEIJOS COM AMIZADE E CARINHO,


SUSY

Martinha disse...

O que nos deixa as maiores marcas no coração é difícil explicar por palavras.
Gostei ;)
Beijo *

CARLA FABIANE... disse...

A sutileza do pensamento consiste em descobrir a semelhança das coisas diferentes e a diferença das coisas semelhantes. (Montesquieu)

Anne Lieri disse...

Aninha,que maravilhoso texto de José Saramago!Tantas verdades nele contidas!Adorei te ler!Bjs,

tossan disse...

Ah, esse tem aqui em casa. Gosto muito! Profundo! Os católicos e protestantes o adoram em Portugal! Beijo

Kelly disse...

Há coisas nessa vida que não precisam ser explicadas por palavras, precisam apenas serem sentidas, beijos

Cleo disse...

Aninha, teu blog tá tão lindo, cor diferente. adorei. e memórias é muito bom te-las. as que despertam o amanhã e as que um dia nos fizeram crer que a vida é realmente maravilhosa de se viver e fazer amigos. e como a vida é breve e frágil não quero deixar prá amanhã prá te dizer, amo meus amigos virtuais como se fossem tão reais, amo você, uma memória poética que não se apagará.
Beijos doces.
Cleo

RETIRO do ÉDEN disse...

Memórias... bem manifestadas neste rebuscado texto.

Há memórias que quero esquecer! outras sim...recordo com muita saudade.
Obga.
Bjs.sinceros
Mer

Gerly disse...

Que lindo!
Coisas para se refletir com ternura.

Beijokas!

:o)

SAM disse...

Maravilhoso, amiga! Beijos amiga qquerida. Uma linda noite.

Andreia disse...

Ana querida,
texto profundo e muito propício para esta época conturbada e sem valores que estamos vivendo.
Tua sensibilidade e racionalidade fazem de ti este ser lindo e maravilhoso que és!
Linda de alma.
Doce beijo minha linda...

ONG ALERTA disse...

Fazer a história de nossa vida...aprender a cada experiência vivida, certo é que todos precisamoa amar para poder viver, filhos são nosso bem mais precioso, beije, ame, abraça, cheire a cada dia mesmo ele adulto filho é para sempre, aonde ele estiver...mesmo sendo um anjo...paz.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga.

O tempo nos faz perceber o quanto a vida é cheia de sentimentos que esquecemos pelo caminho, e que o tempo nos ensina a lembrar
Lembrei de um trecho de um livro de cabeceira: A ÚLTIMA GRANDE LIÇÃO.
"Precisamos dos outros para nascer.
Precisamos dos outros para viver.
Mas entre o nascer e o morre também precisamos dos outros".


Semana de sonhos para ti.

DE VEZ EM QDO VENHO AQUI disse...

SARAMAGO É ESSENCIAL SEMPRE,O Q VALE NA VIDA É ISSO, A VIDA VIVIDA...BJ VC É MUITO FOFAAA!!!