quinta-feira, 13 de novembro de 2008

AS TRÊS FASES DO CASAL.

1. Enamoramento: quando o outro é tudo para
nós! É uma fase muito útil para casar-se...
2. Descoberta: quando descobrimos que
a outra pessoa não é exatamente aquilo que
esperávamos. Esperanças e alegrias coexistem
com as decepções e tristezas.
3. Maturidade: quando descobre-se o valor
do outro como ele é e não como poderia ser...
Tolerância e companheirismo.

Em que fase você se encontra atualmente?

A Lei da prescrição:
Casais com muitos anos juntos acumulam
muitos ressentimentos e mágoas.
E esta é uma contabilidade difícil para zerar!
Prescrever pode ser a solução.
Como isto funciona?
Fica terminantemente proibido, por acordo
mútuo, discutir todo e qualquer assunto com
mais de 5 anos passados.

Técnica da boa lembrança:
Nos momentos de crise, a tendência é apagar
tudo de bom que um dia viveram e só deixar
lugar para a hostilidade. Se o casal conseguir
estruturar um discurso novo, mais dinâmico,
mais alegre e bem humorado, poderão ter
chances de ainda caminharem juntos...
Que tal lembrarem algo de divertido que
viveram juntos no passado?
Então, vocês foram capazes de viver bons
momentos juntos...
Que tal, então, agora, criar uma outra ocasião
para que possam vir a ter uma tão boa
recordação daqui há 5 anos?

Técnica das palavrinhas mágicas:
Há quanto tempo vocês não usam as palavrinhas
mágicas : Obrigado(a), Por favor, Te amo, etc?
Embora estereotipadas são palavras que ajudam
muito a adocicar o convívio e raros são os que
não gostam ou precisam ouvi-las...

Técnica da Revitalização:
Um casal precisa de projetos em comum para
alimentar a relação e não deixar a vida ficar
sem sentido e cair no vazio das repetições
das mesmas briguinhas onde defesa
e ataque se revezam.
É importante renovar, criar novas alternativas,
fazer um novo pacto...
Quem iniciará o compromisso de uma vez a
cada 15 dias fazer uma surpresa ao outro?
Comprando ingressos para um show,
combinando uma saída com amigos...
Enquanto houver espaço para que um
surpreenda ao outro, certamente haverá
condições para que esta relação não entre num
processo de envelhecimento e falência...

(Elisabeth Noel Ribeiro).

33 comentários:

Viviana disse...

Olá Ana linda,

Ora aqui está um texto muitíssimo interessante!

A minha amiga tem um dom para "descobrir" e depois nos ofertar...temas muito úteis que nos poderão ajudar no nosso viver de cada dia, levando-nos a agir duma forma mais sábia, mais inteligente e mais positiva.

Apreciei muito estes bons ensinamentos e conselhos.
Bem que precisamos deles...

Agradeço de coração todo o carinho e amizade aqui manifestados, continuadamente.

Durma bem e tenha lindos sonhos.
Um beijo
Viviana

Isa disse...

São verdadeiras estas palavras.E sábias. :)
Beijo.
isa.

FRAN "O Samurai" disse...

Oi!

Uma postagem que refleti muito...

Estou na fase do enamoramento. Uma fase gostosa que estamos nos conhecendo e curtindo a vida.

Sei que parece até a mesma conversa de muitos tantos casais, mas como eu e ela temos nossos 30 e pouquinhos anos. Já possuímos uma bela maturidade e procuraremos sempre manter essa fase mesmo depois de um dia nos casarmos.

Mesmo já namorando ela, eu sempre em algum momento especial à peço novamente em namoro dizendo:

"Quer namorar comigo"

Ela sempre sorri e diz SIM...

É uma coisa que a gente faz sempre.

Nossa relação é de muito diálogo mesmo, muita troca de experiência com os relacionamentos passados e procuramos sempre não cometer os mesmos erros entre nós. Ela é realmente minha cara-metade e somos muito românticos. Até parece que vivemos na época errada. Somos pessoas das antigas. Todo o romantismo caminha conosco!

Linda postagem amiga. Como sempre adoro passar por aqui.

Beijos.

Taís disse...

Muito bom esse texto, realmente interessante.
Tem tanta coisa boa aqui nesse seu cantinho...adoro vir aqui.
Aliás, gosto tanto daqui que tem um selinho pra vc lá no Scene, tá?
Bjinhos

Gerly disse...

Tô na fase apaixonada por mim, Aninha!

Bjokas!

:o)

Átila Siqueira. disse...

Nossa, adorei esse texto, vou guardar essas idéias, para usá-las com sabedoria. Muito legal.

Parabéns pelo post, e obrigado pela visita carinhosa no meu cantinho.

Um grande abraço,
Átila Siqueira.

meus instantes e momentos disse...

mutio bom o post.
O pópular "preste atenção".úm ótom final de semana.
Maurizio

Anita disse...

A arte de viver começa a ser percebida quando aprendemos a desembrulhar os presentes que a vida nos oferece e quando conseguimos presentear com sentimentos perceptíveis os seres que amamos.

Um abençoado fim de semana.
Obrigado peo carinho e pelas palavras sempre gentis que deixas no meu cantinho.
Beijos..
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

Anônimo disse...

Bom Dia Ana,

Passeando pela Net, encontrei esta estrada florida e resolví entrar por ela e andar sem rumo, sem destino - adoro estradas - acabei encontrando esta beleza de Blog e resolví parar para desejar-lhe um Feliz Fim de Semana!

Beijos,

Rita Maria/Uberlândia-MG.

JADY*ALVES disse...

Muito bom o texto Ana, parabéns pela escolha do mesmo.

Com um pouco disso e daquilo vamos nos dando a mão e reconstruindo a relação a cada dia.

Todos passamos por fases, a começar pela Lua e porque não nos apercebermos que uma relação também está sujeita à elas, vamos nos aprimorando e alimentando a chama que não deve se apagar com o carinho necessario e surpresas a cada dia.Gostei mesmo.

Um ótimo dia pra você minha querida.

Abraços e carinhos.

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Que postagem linda, dá vontade de ficar aqui, e pensar...e pensando eu fico.
beijos

Carol disse...

Adorei o texto!
=D
Bjão!

Claudia Goulart disse...

já tenho 14 anos de casada, acho que estou na terceira fase.
Achei muito interessante os conselhos sobre ressentimentos e rgras pra discutir a relação.

Bom final de semana pra vc ambém.
Tem post novo lá no Cenário.
bjs

VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA disse...

Boa tarde, Ana!
Depois da chuva de ontem que lavou tudo po aqui, encontro esse texto que nos propõe uma renovação total nas relações de um casal e, por que não dizer?Nas próprias relações humanas, tão em falência e desgastes e muitas palavras por aí, soando falso, caindo no vazio.
Obrigada por nos trazeres essas mensagens diárias, escolhidas com acerto pelo teu Coração tão AMIGO!!!Bjssss

Vivian disse...

...taí algumas das grandes receitas
para se fazer da vida, um lugar
sempre melhor.

bem sabemos que relacionar-se
não é fácil, posto que somos
todos estranhos em toda
e qqr época, mesmo dormindo
na mesma cama por muitos
e muitos anos.

o segredo dos longos casamentos,
é a compreensão desta realidade,
e olhar o outro como uma ser
individual, com desejos próprios,
portanto, longe de querer moldá-lo
ao nosso bel prazer.

palavras de quem está casada
há 38 anos e repetiria tudo
novamente.

um bj, linda!

tossan disse...

A fase 3. Esta postagem é ótima e também de utilidade pública. Parabens. Bj

Cadinho RoCo disse...

Como reerência tudo bem, mas não creio em regras nas relações. Tudo acontece por pocedimento tão espontâneo que fica difícil adotar este ou aquele procedimento, o que também irá contribuir em muito para a mais completa artificialidade pouco compatível com o quetrer gostar amar.
Cadinho RoCo

ich líebe dích disse...

Xiiiiiii.....Eu .. já passei da terceira fase e estou em processo de falência.....rsrsrsrssr
Só espero.... não ter que recorrer....rsrsrrssr
Bjs.. Linda

de mulher pra mulher disse...

Oi perdoe minha ausência ..mas eu estava doente..belo texto como tudo por aqui seu blog é um bálsamo que lava a alma adoro te ler
suave seja sua tarde!!
bjos..no coração
.
.
Sandrinha

Mello disse...

Olá amiga Ana!

Estou na fase da Técnica da Revitalização... acho que é a melhor de todas...


Beijinhos

Graça Mello

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Ana, um texto daqueles de se tirar o chapéu... Fanástico!... Boa noite Amiga!!!
Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA disse...

Estou relendo esse texto, Ana!
Vou pedir ao meu marido para dar uma lida também. Somos um casal que dialoga muito e ele é inteligente e tem um ótimo caráter. Vai gostar muito, sem dúvida!Bjsss

Ana Paula Duarte disse...

Texto agradabilíssimo!
Parabéns!!
Tem novidade no meu blog!
Passa lá...Bjos e fica com Deus.

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Ammiga Ana,como sempre excelente texto!!!!

Mas eu estou nas seguintes fases:enamorada por mim,com saudades de mim,não me achando muito encantadora(às vezes),me desculpando por tudo e me acusando de tudo,vai entender.Mas no geral me adoro!!!!Beijos,Sonia Regina.

Sonhadora... disse...

Um relacionamento já é complicado por natureza, envolve milhões de fatores, mas sua receitinha é ótima para não deixar o convívio cair na monotonia.

beijinhos e ótimo fds!

O QUATORZE disse...

Olá. Boa Noite
E assim com essa troca de fundamentos uteis que se procura a solução de uma felicidade pura e cinsera de uma relação saudável.
Na verdade, o amor pode, não ser o que se sonha ter, mas devemos sempre tentar vive-lo como se de um sonho se tratasse e se dois amantes se conjugarem no entendimento mutuo, não haverá lugar a disputas dolorosas e penosas, haverá sim a realização desse sonho de amor.
Amizade
LUIS 14

Pico minha ilha disse...

Lindas palavras!
Na vida do casal temos de saber viver e deixar viver sempre com amor e amizade entre os dois.Beijinhos Ana e bom fim de semana.S

mauricio disse...

acolhi este texto como um conselho, que estava precisando muito.

bom fim de semana.
bjossss...

Olavo disse...

Complicado relacionamento..complicado demais..
principalmente depois da primeira fase..se descobrir se enamorar são fase otimas uma delicia de se sentir..mas a maturidade da relação é muito mais gostosa..
Confesso que por ter sido casado 22 anos a maturidade dele foi o sempre o que mais me encantou..
claro que até eu descobrir que a maturidade do relacionamento era só de minha parte..
complicado..muito rs.
beijos

Átila Siqueira. disse...

Oi querida amiga, eu que te agradeço pela sua fidelidade em sempre estar presente em meu blog. Eu te agradeço demais pelo carinho.

O livro está tendo uma aceitação que eu julgo relativamente boa. Tem um bom número de pessoas entrando em contato para comprar, mas como o lançamento ainda está recente, acho que só terei uma noção mais real disso quando completar pelo menos duas semanas do lançamento.

Um grande abraço,
Átila Siqueira.

Apenas eu disse...

Olá!!! Mas que texto mais sugestivo:))

Eu já estou casada há 16 anos...

Mas sei qual é a minha fase, é aquela que eu conheço bem quem está comigo e ele a mim, onde há mais tolerãncia, um grande companheirismo. è bom porque nem eu o massacro se ele quiser ir ao futebol, nem ele me massacra se eu fizer um programa com as minhas amigas.

Acho que apesar da paixão já não ser o que era, nem tão pouco mais ou menos, é tranquilo.

Beijinhos e aquele abraço!

SAM disse...

Ana,


Em relação a técnica de revitalização e surpresas para sair é complicado. O profissional liberal, dependendo da profissão, limita o tempo em razão de responsabilidades profissionais. Mas em relação a companheirismo, digo com sinceridade que tenho o melhor amigo, o talvez unico confidente de toda a minha vida, desde sempre e até hoje. E, que sabe mais de mim, do que qualquer pessoa e até mesmo eu. Que tem tantas qualidades que me ensina a melhorar como ser humano. Problemas? Claro que todo casal tem e não somos diferentes. Mas o importante para a convivência harmônica, temos. E muito por ele que cada vez mais compreensivo, amigo e gentil. Portanto esta fase permanece dentro de muitas outras e é a base sólida da família e da nossa convivência.


Grande beijo

Uma Mulher disse...

Olá

obrigada pela visita...
o que me trouxe exatamente a teu blog foi este texto maravilhoso e verdadeiro...
quando aqui cheguei, descobri tantas coisas lindas que resolvi acompanhar...

obrigada pela visita e bj