quarta-feira, 1 de outubro de 2008

O TEMPO NÃO PODE APAGAR A POESIA DO AMOR.

Não quero perder a
poesia,
justificado pelo tempo...
Ela pode mudar rimas e
versos...
Mas tem o seu lugar...
A poesia do tanto querer,
do gostar...
De apenas se confirmar
um amor...
Ele fica mais maduro com
o tempo...
Nasce pleno a cada
manhã...
Com reflexos dourados de
carinho...
Porque esse tempo
permite que se conheça
melhor o outro...
Aprimora os
sentimentos...
Aguça os toques...
Conhece a geografia do
corpo...
Percorre estradas,
montes...
Mas, se enfeita sempre de
maneira diferente...
Olhos sorrindo...
Não quero deixar de falar
baixinho...
Palavras entendidas...
Incompreensíveis...
Sentidas...
Expressões de amor...
De gritar o prazer...
De assim ser: sua!
Uma linha pode ser
poética,
porque se teve a
intenção ...
Ela advém do
sentimento...
Do momento...
Do coração...
Não se pode perder a
poesia do amor...
Porque o próprio amor é
um lindo poema...
Versos da aceitação...
Versos dos toques,
Versos ilimitados do
tempo...
De duas vidas se faz uma
única...
Vida plena...
Vida de lutas,
Na poesia do tempo...
Num bailar do poema
escrito pelo coração:
O AMOR!

(Jane Lagares)

16 comentários:

Olhos de Mel disse...

Lindo demais, minha amiga!
O tempo e nada podem apagar a poesia. Ela está em nossa vida, no amanhecer, no decorrer do dia e até no adormecer.
A poesia encanta a alma, dá cor a vida, revela uma alma, traz harmonia. A poesia é o caminho entre o amor e a luz e faz até o mais duro coração enternecer...
Beijos

impulsos disse...

Antes de mais, os meus parabéns por tão belo poema!

É verdade, o tempo é um verdadeiro guardião dos muros doAmor... defendendo-o e fortalecendo-o sempre e cada vez mais.

Beijo

Apenas eu disse...

Há amores assim, que a poesia da vida os faz crescer juntos, e ficarem sempre...
Essas são as mais belas histórias de Amor, onde apesar da idade ainda vês brilhar os olhos, momentos de ternura e muita compreensão...
E Uma Homenagem a duas pessoas Maravilhosas com quem eu cresci e viveram a vida e o Amor em poesia... sempre....

beijos Amiga.
Foi um momento muito lindo ler-te, é sempre, mas este em especial, trouxe-me boas recordações,

Beijo meu :)

moni disse...

não, o tempo não pode apagar, aliás tem coisas que o tempo não apaga nunca, só fortalece! beijos, ótima tarde!

Claudia Goulart disse...

Tão suave e verdadeiro esse poema.
Linnndo!
bj

Nanda Assis disse...

as vezes com o tempo perdemos um pouco do calor do amor, e não devíamos perder isso. ainda bem que existe a poesia, que nos esquenta novamente a cada verso que lemos.

tbm batendo meu cartão, rsrsrs, adoro aqui.

bjosss...

FLOR disse...

Boa tarde amiga!
Nossa que lindo poema!
Por isso que sempre digo quem me dera ser uma poeta, pois poesia é a nossa fonte de inspiração, seja no amor,natureza,vida,etc...
Beijos e uma linda tarde a vc.

Lucí disse...

Lindo...

As palvras elas são eternas. Permanecem com o tempo, pq são expressões de nossos sentimentos. Quando bem escritas elas sempre serão atuais. Pode se escrever algo belo a 100 anos passados, mas se lermos isso hj.. elas traduziram os sentimentos de quem os escrevou e vc ira sentir a mesma sensação de quem ja leu isso antes..

Amei..

Bjooooo

alua.estrelas disse...

Muito lindo...
A sensibilidade para falar do tempo, sentimento, do inevitável... Parabéns!!!
Bjos.

rosa dourada/ondina azul disse...

O amor é a conquista de toda uma vida !


Lindo poema !


beijinho,

Olhos de mel disse...

Oie linda! Morrem os amores, acabam as paixões, desfazem-se os laços, mas a poesia, segue mais que viva nos corações
Bom fim de semana! Beijos

Fernando Rozano disse...

poesia pura jamais se perderá, com a que escreves. obrigado pelo(ainda não pude cinfugurá-lo) e pelas visitas que muito me alegram. meu abraço carinhoso.

Maria disse...

Olá, realmente o tempo não apaga um verdadeiro amor fica sempre uma chama no nosso interior. Bjs e muitos parabéns e voltarei....

Maria Tarot disse...

A poesia revela sempre um interior muito luminoso

Multiolhares disse...

Não sabes como fico babada quando vejo duas pessoas idosas de mãos
Dadas. Isso demonstra o carinho a ternura o amor ao longo do tempo
beijinhos

carmen disse...

Acho lindo quando o amor entre um casal sobrevive a tanto tempo...

Eu tinha um casal de tios que completou bodas de ouro e eles continuavam sempre namorando no banco do jardim e, após o jantar lá sentavam para conversar "só mais um pouquinho"...

Morreram bem velhinhos e sempre nos lembramos deles juntos, de mãos dadas!
Uma graça...