domingo, 12 de outubro de 2008

GOTAS DE CHUVA.

Uma gota de chuva
Ficou presa pelo fio
Faiscando a luz do sol
Até se evaporar

Tive pena daquela gota pequena
Que por alguns instantes
Brilhou mais
Que o mais puro brilhante
Para em seguida se apagar...

Quanta gente existe no mundo
Que alardeia virtudes
Que são como gotas de chuva
De efêmero brilhar

Quantas coisas sonhamos
Um dia poder realizar
Porém,como as gotas de chuva
Os sonhos se desfazem
Ao despertar...

(autor desconhecido)


Ganhei esse selinho da Carol, repasso agora para:




Renata Cordeiro, Luci, Anita, Lia Honorato, Salomé, Viviana, Nádia, Nanda.

30 comentários:

O QUATORZE disse...

Boa Tarde
Continua com boa leitura, parabens,
Estava dificil para deixar um comentário, por causa da net.
Amizade
LUIS 14

Uma Ilha disse...

Passei aqui e gostei.Uma ilha

Mello disse...

Boa Tarde, amiga Ana!

Gotas de chuva que lavam a terra e alma.


Linda imagem e parabéns pelos selinhos!

Beijinhos,

Graça Mello

Vivian disse...

...olá linda!

gotas de chuva que inspiram poesia
à nossa reflexão...

gostei, como sempre...

bjs, Aninha!

lubyecharges/ disse...

adorei AQUI :)

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Ana, gotas de chuva que lavam a nossa Alma... Adorei!
Boa semana, beijinhos de carinho,
Fernandinha

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Lindo poema você escolheu, minh linda. Peguei só um dos selos, porque o outro eu já tinha. Muito obrigada.
Um beijo,
Renata

Uma Ilha disse...

Voltei e adorei esta gota de chuva.Beijinho
Uma ilha

Anônimo disse...

Muito obrigada pelos selinhos.Fiquei muito feliz.Lindaaaa!

Eliane disse...

Adorei seu texto.É uma boa leitura!

Alice disse...

...gotas que tantas vezes nos encharcam a alma e os olhos...


bjus no seu coração

Sandra Daniela disse...

Olá! Adorei os selos k me deixou, apenas ainda não os coloquei por falata de tempo e um pouco de preguiça ( que vergonha), mas fa-lo-ei em breve!


beijinho

Viviana disse...

Olá Ana linda,

Achei lindo este poema sobre a gota de chuva.

Sabe que eu gosto muito de chuva?

Sou conhecida entre os amigos e família, por aquela que está sempre á espera que chova.

E quando a chuva faz que vem e depois não vem... como aconteceu hoje aqui em Mira - Sintra, fico toda triste e frustrada.

EU quero que chova!

Venha a bendita chuvinha!

Enfim...cada um gosta do que gosta.

um beijo, amiga linda

Boa noite

Viviana

Safira disse...

As frescas gotas da chuva despertam os sentidos, os sonhos...
Lindo poema. Parabéns!

Boa semana de trabalho,

Safira

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Oi, querida:
No meu Blog, onde ponho os selos, logo no começo, debaixo da minha foto há 3 selos que acho que vc não tem. Pode pegá-los.
Um beijo,
Renata

fazendo manha disse...

olá suave seja sua noite!!
como sempre já estou até e acostumando sempre me podam...
bloqueram e deletaram meu novo blog posso com isso!!
mas tudo bem aida tenho dois e linkei vc nos dois pois adorei seu encanto tão doce e meigo comigo
e tb adoro vir aqui sempre tem uma paz saudável
suave seja!!
beijos em seu coração
.
.
Sandrinha

Gerly disse...

E enquanto houver chuva continuaremos sonhando! Beijoka!

Viviana disse...

Olá Ana linda,

Vim só dizer que agora já pode ouvir a música do Carlos Paredes lá no meu cantinho.

Veja só como é linda!

Um beijo e um bom dia par si.
Viviana

Anita disse...

Bom dia amiga linda, hoje certamente, tudo dará certo! O teu caminho será suavizado pela brisa, que chegará até ti de mansinho, trazendo com ela o aroma das flores, que darão colorido ao teu dia!

Obrigada amiga querida vou pegar tá?
Beijos.
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

Apenas eu disse...

nem sempre os sonhos despertam...
mas é sempre bom sonhar nem que seja para acordar depois...

beijo meu:)

vida de vidro disse...

Um lindo poema. Gostei de ler. **

impulsos disse...

São frágeis gotas de chuva
Que balançam com a brisa da manhã
Ainda sonolentas
No seu ninho feito de ramo
O sol já nasceu
Não tarda
Serão apenas
Minúsculos pontinhos brilhantes
Que se irão evaporando
Até desaparecerem...

Como os sonhos
Que morrem aos poucos...

PS. Venho também agradecer os selinhos que com carinho me ofereceste.

Beijo

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Bom dia, amiga:
Vi que pegou os selinhos. Gostou? Depois vá dar sua opinião sobre o que escrevi lá no meu Blog.
Beijos,
Renata

Dih disse...

Boa semana pra vc...
sempre bom ler essas poesias e começar bem o dia.
Ah, eu gosto sim dos selinhos, obrigado, eh sempre um dengo pra mim. Obrigado mesmo.
So não tenho tido tempo nem pra postar e comentar nos dos amigos, mas sempre apareço.
bj

ICH LÍEBE DÍCK disse...

Bom Dia....Aninha!
Como passou a criança....escondidinha no fundinho do seu coração?
A minha ...ainda esta festejando....rsrrrsr!
Beijos, minha querida...Tenha um lindo dia!
Dina

Luciene de Morais disse...

Bom dia Ana! Existem sim, belezas efêmeras, como no poema.
Agradeço seu carinho de sempre!
Beijo
Lu

Maria Clarinda disse...

LINDO!!!! Adorei ler o teu post!!!

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Sarava!


"oh chuva...eu peço que caia devagar..."lalalala


parabéns pelos selinhos;)


beijinhos

daniel disse...

Pelos Caminhos da Vida

O poema é de gostar e meditar, é mais uma das boas escolhas. Um poema que nãi envergonha, antes pelo contrário, mas de um anónimo.
Daniel

cõllybry disse...

Chuva que renova a Natureza...Belo poema...

Querida terno beijo