segunda-feira, 28 de setembro de 2009

ONDE FOI PARAR O TEMPO?


Onde foi parar o tempo que ganhamos?

Havia mais terrenos baldios. E menos canais de
televisão.
E mais cachorros vadios. E menos carros na rua.
Havia carroças na rua. E carroceiros fazendo o pregão
dos legumes.
E mascates batendo de porta em porta.
E mendigos pedindo pão velho.
Por que os mendigos não pedem mais pão velho?
A Velha do Saco assustava as crianças. O saco era de
estopa.
Não havia sacos plásticos, levávamos sacolas de palha
para o supermercado.
E cascos vazios para trocar por garrafas cheias.
Refrigerante era caro. Só tomávamos no fim de semana.
As latas de cerveja eram de lata mesmo, não eram de
alumínio.
Leite vinha num saco. Ou então o leiteiro entregava em
casa,
em garrafas de vidro.
Cozinhava-se com banha de porco.
Toda dona-de-casa tinha uma lata de banha debaixo da
pia.
O barbeador era de metal, e a lâmina era trocada de vez
em quando.
Mas só a lâmina.
As camas tinham suporte para mosquiteiro.
As casas tinham quintais. Os quintais tinham sempre
uma laranjeira,
ou uma pereira, ou um pessegueiro. Comíamos fruta no
pé.
Minha vó tinha fogão a lenha. E compotas caseiras
abarrotando a despensa. E chimia de abóbora, e uvada, e
pão de casa.
Meu pai tinha um amigo que fumava palheiro.
Era comum fumar palheiro na cidade;
tinha-se mais tempo para picar fumo.
Fumo vinha em rolo e cheirava bem.
O café passava pelo coador de pano.
As ruas cheiravam a café. Chaleira apitava.
O que há com as chaleiras de hoje que não apitam?
As lojas de discos vendiam long plays e fitas K7.
Supimpa era ter um três-em-um:
toca-disco, toca-fita e rádio AM (não havia FM).
Dizia-se 'supimpa', que significa 'bacana'.
Pois é, dizia-se 'bacana', saca?
Os telefones tinham disco. Discava-se para alguém.
Depois, punha-se o aparelho no gancho.
Telefone tinha gancho. E fio.
Se o seu filho estivesse no quarto dele e você no seu
escritório,
você dava um berro pra chamar o guri,
em vez de mandar um e-mail
ou um recado pelo MSN.
Estou falando de outro milênio, é verdade.
Mas o século passado foi ontem!
Isso tudo acontecia há apenas 20 ou 25 anos,
não mais do que o espaço de uma geração.
A vida ficou muito melhor.
Tudo era mais demorado, mais difícil, mais trabalhoso.
Então por que engolimos o almoço?
Então por que estamos sempre atrasados?
Então por que ninguém mais bota cadeiras na calçada?
Alguém pode me explicar onde foi parar o tempo que
ganhamos?

(Marcelo Canellas).


Esse selinho ganhei de presente da amiga-mana, Márcia(obrigada),
repasso agora para todos os meus amigos como também para os
seguidores desse blog.




47 comentários:

Isa disse...

às vezes estamos em sintonia.
Obrigada pelo selo,Ana.
Beijo.
isa.

AFRICA EM POESIA disse...

Ana
Querida Amiga

Se é a hora de ser feliz, eu ofereço o meu poema e sinto que também é a minha hora de ser feliz, por te ver...feliz.


Um beijo

AFRICA EM POESIA disse...

"ONDE FOI PARAR O TEMPO?"

Nem eu sei...
O homem tudo quer e tudo vai perdendo...


Beijos

Eliane Santoro da Costa disse...

É uma ótima pergunta!Agora tudo é muito corrido.
Grata pelo selinho.
Um abraço!

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Aninha,

Acabei de colocar seu selo lindo no nosso blog de selos:

http://selospremiosmimos.blogspot.com/

Você é uma querida, menina linda.

Beijo imenso.

Rebeca


-

Sandra... disse...

Boa noite Aninha!
Textos que nos fazem refletir...Muito bom!
****************************
Uma excelente noite e semana à você e aos seus!Fiquem com DEUS e té+!Bjs!

NEUSINHA GADELHA disse...

AMEI SEU BLOG!
ÓTIMOS TEXTOS!
BOA PERGUNTA ONDE FOI PARAR O TEMPO?
DE REPENTE SENTÍ O TEMPO PASSAR LENDO SEU TEXTO!
E ME DEI CONTA DE QUANTO TEMPO NÃO OLHO PARA O CÉU E VEJO AS ESTRELAS A LUA...
OU NÃO TOMO BANHO DE CHUVA ATÉ FICAR ROCHA DE FRIO!
OU NÃO VISITO OS AMIGOS, OU CONVERSO COM AMIGOS FRENTE A FRENTE!
AONDE VAMOS PARAR COM TANTA URGENCIA, URGENCIA PRA QUE?
CORREMOS PARA UM LUGAR QUE NEM SABEMOS ONDE É OU AONDE QUEREMOS CHEGAR!
E SE CHEGARMOS PERDEMOS PELO CAMINHO QUE AMÁVAMOS E AO OLHARMOS PRA TRÁS É QUE NOS DAREMOS CONTA DO QUE PERDEMOS!
A FELICIDADE É ABAFADA,
OS AMIGOS SÃO VIRTUAL,
O ABRAÇO TAMBÉM!
AMEI SEU TEXTO PARABÉNS!
AINDA CABE AÍ UMA SEGUIDORA?

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Néctar da Flor oferece mais um selo para os amigos. Dessa vez é o Selo Criativo que entra na roda dessa nossa felicidade. Não existem regras, apenas levem mais um dengo nosso e deixem a originalidade do seu blog falar por si.

Beijos jogados no ar, sempre!


-

Ava disse...

Então porque o tempo não tem tempo de ter tempo?

Querida, essa correria que virou nassa vida... Esse relogio que é nosso maior carrasco...

É o preço que pagamos por um mundo globlizado...

Por essa vida dita morderna, que nos escraviza...


Mas ainda tenho esse tempinho de etar aqui...rs


beijos no coração!

disse...

Tava com saudades dos seus selinhos lindosss e de vc, é claro!!! Tenho muitas lembranças boas de quando comecei aqui e vc foi uma das primeiras a me receber... Levando o selinho...Dia lindo, semana maravilhosa!!! Bjsssss

Bia disse...

Oi, Ana! Obrigada pelo selo, já estou levando-o!
Lindo este texto, gostaria de saber se posso copiá-lo para enviar por e-mail a alguns amigos!
Boa noite, e um grande abraço!

SAM disse...

Boa noite, amiga!


Lindo o texto, como sempre amiga. Obrigada pelo carinho e selinhoi, já postado


* Meu blog hoje está teimoso rsrs. Que surra levei para postar! Aff rsrs Acabei agora, finalmente. Mas ainda com erros que não consigo arrumar.

Meu carinho, meu beijo e boas energias e proteção Divina, amiga.

Luciana disse...

Já me fiz essa pergunta inúmeras vezes...
E fico aqui pensando,e triste pq meus filhos não irão brincar na rua de "bandeirinha","pique-esconde","carniça"garrafão","jogar bete","pular elástico","jogar biloca",entre tantas outras brincadeiras(q vc até pode conhecer por outros nomes)
Sabe,eu fui uma crinça muito feliz,livre.Chegava em casa da cor do chão,morta de cansada,mais era muito feliz.

Luciana disse...

Qnto ao selinho,mudei o Layot e aida n sei onde encaixar(rs),mais pode deixar qnd eu aprender coloco.
Bj

Andreia disse...

Ana querida, teu texto é maravilhoso!
O tempo ficou para trás, achar que o ganhamos é pura ilusão.
Eu gosto mesmo é do tempo que descrevestes tão bem, saudades de uma comidinha feita na banha e no fogão a lenha, estes tempos tão saudosos eram mais puros, podiámos namorar no portão de casa sem medo termos nossa casa invadida ou sermos atacados por algum lunático.
O tempo de agora é assustador.
Beijo na alma minha linda e obrigada pelo lindo mimo, adorei!!!

meus instantes e momentos disse...

saudades daqui.
Maurizio

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA ANA, AMIGA DO MEU CORAÇÃO, GRATA PELO SELO É LINDO... JÁ ESTÁ EXPOSTO NO MEU BLOGUE!!!
FEZ ONTEM UM MÊS, QUE FOI A CIRURGIA... PARA JANEIRO TENHO QUE REMNDAR MAIS DUAS CORONÁRIAS...
É A VIDA AMIGA!!!
ABRAÇO-TE COM MUITO CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

MEUS PENSAMENTOS disse...

miga vem correndo ver meu blog novo bjs!1

Mylla Galvão disse...

Aninha,
Obrigado pelo mimo, querida...
DEpois volto com mais calma para ler seus lindos textos...
Já peguei o selinho...
bjão

Sonh@dor@ disse...

Ana Querida!
O tempo passa sem nos apercebermos...transformamos a vida numa corrida:(

Está tudo bem amiga?

Bjinhos carinhosos!

Sonh@dor@ disse...

Voltei...
Esqueci,estou levando o selinho lindo,Obrigada linda.
Bjinhos

FOTOS-SUSY disse...

OLA ANA, BELISSIMA POSTAGEM, OBRIGADO PELO SELO ESTA LINDO...ADOREI AMIGA!!!
QUE TENHAS UM OPTIMO DIA.
BEIJOS DE CARINHO,


SUSY

Rosana Ibanez disse...

Olá, amiga!
Vim agradecer o selo e dizer que ficará num lugar bem especial no meu blog.
bjs

neide disse...

Aninha que presentinho lindo! Já estou levando pra minha casa querida. Obrigada.

Quanto ao tempo... como corre e muda tudo rápido mesmo. O tempo não pára e não sei onde nós vamos párar.. rsr

Boa semana pra você amiga.

Bjssss

Franzé Oliveira disse...

Faz tempo que não venho aqui, né?
O tempo não pára, não pára.

Bjos com carinho.

Chris... ჱܓ disse...

Olá amiga...
Estou levando o selinho. Lindo!
Obrigada!

O tempo passa e com ele tudo muda...
É a vida!

Bjos mil..

Quintal das Rosas Decorações disse...

OI amiguinha, obrigadinha pelo selinho ja estou levando para os mimos do quintal... beijos... tenha uma linda semana.

Mônica

Pensamento Hostil disse...

Li o poema postado, e refleti um tanto. Os homens criaram coisas que os ajudam, que melhoraram realmente a vida, porém o tempo que sobrara nunca dá tempo para outras coisas boas da vida. Embora, hoje há facilidades, viver antigamente era mais gostoso, pois se VIVIA REALMENTE. Hoje tudo é supeficial, com tanta tecnologia, não há mais contato humano, as crianças preferem playstation em vez de correr de pique esconde nas ruas, nem se tem ruas tmbm, são avenidas com gente sempre com pressa, e muito perigo e muita violência. Hoje se faz pensar, será que esta evolução foi uma evolução mesmo?

Mais, enfim, gostei muito do poemo, Parabéns, espero que dê uma olhadinha na minha página.

Abraços

Luanda Melo

Mimi disse...

Oiiiiiiiiiiiiii muito obrigada por ir ao meu cantinho e me oferecer um selhinho mas me diga qual é o selo.
gostei muito do selo (sou blogueira).
um grande beijo

Rosana disse...

Seu blog está cada dia mais lindo!!!!
Bjsssss

RosanaK


http://rosanak-rosanak.blogspot.com/

http://tentandofotografar.blogspot.com/

sonho disse...

O tempo passa...voa...e nos nem dá mos conta...
Obrigado pelo selinho vou colocar no meu cantinho:)
Beijo de um anjo

Fatima disse...

Desculpa a demora viu minha flor!
Vim pegar meu selo que é muito lindo por sinal.
Bjs.

♥ ♥ Eu disse...

Oi amiga,

obrigada por mais esse carinho, estou levando o selinho e desejando à vc uma noite maravilhosa.

bjos!

Fernanda disse...

Belo peoma.
Seja feliz.
Obrigada pelo selo.
Beijos
Fernanda (Ná)

Anne Lieri disse...

Aninha,muito lindo o texto que postou e serve como uma luva para os tempos atuais,especialmente quem é de uma cidade como São Paulo!Obrigada pelo selinho!Vou colocar no meu blog e no meu coração!Bjs,

VANUZA PANTALEÃO disse...

O tempo está dentro de nós, basta que o façamos reviver...
Lindo esse selo!
Valeu, amiga!!!

Maria José disse...

Muitíssimo obrigada por tão lindo selo. Amo o seu blog. Sinto-me muito bem lendo o que escreve. Continue com esta sensibilidade. Beijos carinhososo.

Lion of Zion disse...

"Tudo era mais demorado, mais difícil, mais trabalhoso.
Então por que engolimos o almoço?
Então por que estamos sempre atrasados?
Então por que ninguém mais bota cadeiras na calçada?
Alguém pode me explicar onde foi parar o tempo que
ganhamos?"

Realmente este trecho foi o que mais mexeu comigo, mudei algumas coisas na vida para realmente a vida passar melhor e mais devagar.

Espero você no meu blog e nos acompanhe também no Lion Of Zion.

Abraço!

*** Cris *** disse...

Oi,td bem?
Vc é muito fofa,sabia?
Amei o texto, traz uma saudades de não sei o que....
Bjs!

Ademerson Novais disse...

Maravilhoso esse texto....sim a vida a cada dia é mais facil para nós..mais cada vez mais corremos...cadada vez mais nos apressamos....e esquecemos de vive-la..de viver as facilidades que nós mesmo produzimos para sobrar tempo...mais nunca sobra..pois sempre tem algo a fazer....


Ademerson Novais de Andrade

Bia disse...

Obrigada, Ana! Estou levando o texto comigo...

Boa noite, abração!

Sonia Schmorantz disse...

O tempo só para nas nossas lembranças, porque lá permanecem intactas, nada poderá mudá-las mais...futuro e presente são movimento, dinâmica, tempo nunca pára...
beijo

Luz Cardoso disse...

Querida Ana,
vou levar o seu selinho que é lindissímo, obrigada pelo seu carinho.

Abraço de Luz

Namastê!

Lira Santos disse...

Ana,
Mito obrigada pelo selinho,ja vou colocar em meu blog;

Amigos são luzes que iluminam nosso caminho qdo só vemos escuridão.
Luzes que nos fazem enxergar com clareza o que nos parece tão confuso.
Luzes que depositam em nossos olhos o brilho de um abraço-irmão.
Amigos são luzes de fogos de artifício celebrando nossas vitórias.
Luzes que nos revestem de brilho diante das coisas mais singelas.
A nos embalar o sono, luzes diáfanas, refletidas na janela.
Amigos são luzes coloridas que nos convidam a sonhar.
Luzes enfileiradas adornando nossa árdua trajetória.
Luzes que se convertem em lágrimas para ao nosso lado chorar.
Luzes vindas do mar em forma de pérolas, jóias reluzentes premiando a mais bela amizade.
Luzes de um palco encantado, que representa a verdade.
Amigos são luzes de vaga-lumes que voam alegres no quintal.
Luzes que iluminam nossa alma com seu belo cintilar.
Luzes mágicas, que convertem o mais rude casebre em palácio real.
Quem tem um amigo-luz é um ser abençoado.

Beijos e muita luz para vc!!!

Jacque disse...

Obrigada pela visita e pelo selinho.

Beijo.

Jacque

ellen disse...

Vou levar Ana... é bonito :)
Obrigada.
Beijinho

Vera disse...

Menina, só agora vim buscar o selo porque perdi tudo o que tinha no pc...afff
Beijos e obrigada!
Enviei a outra postagem para o diHITT para divulgar. eu adoro fazer isto, é de coração!